Pular para o conteúdo

Uber dos EUA divulga relatório de achados e perdidos de 2023

A Uber divulgou sua lista anual de itens esquecidos pelos passageiros em carros e inclui alguns itens verdadeiramente bizarros — como um monitor de tornozelo, unhas e até uma máquina de sucos.A empresa de viagens compartilhadas publicou seu Índice de Achados e Perdidos Uber de 2023 em 27 de abril, quando Mercúrio volta a estar retrógrado — uma época do ano que os astrólogos dizem que influencia o esquecimento, de acordo com o Uber.O índice é baseado em relatórios de itens perdidos arquivados por passageiros. Os 10 itens mais esquecidos não surpreendem e incluem telefones, carteiras, chaves, joias e fones de ouvido.Mas a lista dos 50 itens mais perdidos é onde as coisas ficam estranhas. Inclui um enfeite de Natal Danny DeVito, espada de fogo, vibrador com controle remoto, asas de frango, seis cheesecakes, armadilhas para ratos, um importante teste de gravidez, dentaduras, sabre de luz, maconha e um mocassim Gucci.Jacksonville, na Flórida, ficou em primeiro lugar por ser a cidade mais esquecida. San Antonio, Texas, e Palm Springs, Califórnia, ficaram com o segundo e terceiro lugares, respectivamente. A hora mais comum do dia para relatar itens perdidos é 23h, disse a Uber.O relatório anual, que está em seu sétimo ano, visa lembrar aos passageiros como recuperar itens perdidos usando o aplicativo Uber.“Neste verão, tente se lembrar de seus pertences ao sair do banco de trás. Caso você perca um precioso enfeite de Natal Danny Devito, um amado animal de estimação Toy Poodle ou 6 cheesecakes, a Uber sempre terá prazer em ajudar a devolver esses itens”, disse uma porta-voz da empresa em um comunicado à imprensa.Usando um recurso no aplicativo, os passageiros podem relatar itens como perdidos e entrar em contato com os motoristas para devolvê-los. O serviço custa US$ 15 e cobre o tempo e esforço do motorista.Claro, cabe aos passageiros decidir se unhas ou asas de frango valem o preço.Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.versão original Compartilhe: