Pular para o conteúdo

setor espera aumento de 10% nas vendas de flores para o Dia das Mães

Comemorado no domingo (14), o Dia das Mães representa 16% da comercialização anual de flores no Brasil, de acordo com o Ibraflor (Instituto Brasileiro de Floricultura) .Este ano, uma estimativa feita pelo Ceaflor — complexo comercial localizado em Jaguariúna, SP — revela que, em 2023, a data deve movimentar um volume de 8% a 10% maior que ano passado.O Ceaflor avalia que esse será o primeiro Dia das Mães em que o setor estará “totalmente livre” dos efeitos da pandemia de Covid-19. Devido à expectativa de uma movimentação mais significativa, e à preocupação com circulação e escoamento das mercadorias, o espaço abriu duas horas mais cedo, às 4h da manhã, nos dias que antecedem a data. O Dia das Mães é considerado o “Natal dos floristas”, pois corresponde à data com maior volume de vendas do setor. A data é seguida pelo próprio Natal (12%), Dia Internacional da Mulher (8%), e Dia dos Namorados e Ano Novo, ambos com 8%. O setor tem apresentado ritmo constante de crescimento desde 2012, segundo dados do Ibraflor. Em 2019, o faturamento registrado pela instituição foi de R$ 8,7 bilhões. Em 2022, este número subiu para R$ 11,8 bilhões, correspondendo a um aumento de aproximadamente 35%.Além disso, o instituto também reitera, apesar do período de grandes chuvas ter prejudicado alguns tipos específicos de flores, que ainda haverá uma diversidade de flores significativa ao consumidor brasileiro.“Para se ter uma ideia, estão disponíveis para a comercialização no Brasil cerca 300 diferentes espécies e mais de 3.500 variedades”, comenta Kees Schoenmaker, presidente do Ibraflor.*Sob supervisão de Ana Carolina Nunes Compartilhe: