Pular para o conteúdo

Indústria registra 245 mil demissões no primeiro trimestre, diz IBGE

Sete das dez atividades econômicas registraram demissões no trimestre encerrado em março, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).Na passagem do trimestre terminado em dezembro de 2022 para o trimestre encerrado em março de 2023, houve geração de vagas apenas em transporte e armazenagem (34 mil), alojamento e alimentação (55 mil) e informação, comunicação e atividades financeiras, profissionais e administrativas (81 mil). As demissões ocorreram na indústria (-245 mil), administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (-415 mil), construção (-215 mil), outros serviços (-231 mil), comércio (-294 mil), serviços domésticos (-134 mil) e agricultura (-201 mil).Em relação ao patamar de um ano antes, as únicas atividades com perdas foram a agricultura, que demitiu 456 mil trabalhadores, e a construção, que dispensou 61 mil pessoas.Os demais setores contrataram: administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (815 mil trabalhadores a mais), comércio (552 mil), alojamento e alimentação (93 mil), serviços domésticos (70 mil), indústria (262 mil), informação, comunicação e atividades financeiras (673 mil), transporte (396 mil) e outros serviços (215 mil). Compartilhe: