Pular para o conteúdo

Especialistas consideram que acordo entre Google e NYT nos EUA pode indicar caminho para o Brasil

Em painel promovido pela CNN neste sábado (13), o especialista em tecnologia e inovação, Arthur Igreja, e o coordenador do curso de direito da ESPM, Marcelo Crespo, comentaram o acordo firmado entre Google e The New York Times nesta semana.A plataforma de busca passará a pagar US$ 100 milhões (cerca de R$ 500 milhões) ao longo de três anos para exibir o conteúdo produzido pelo jornal americano. Igreja considera o acordo um marco importante, que pode apontar caminhos para o futuro. “Mostra que o Google quer transmitir informação com credibilidade e confiança, e o The New York Times ainda preserva esses atributos”, disse.Ele também ressalta que a decisão pode facilitar acordos parecidos em outros países.Marcelo Crespo pontuou que a obrigatoriedade de remuneração das empresas jornalísticas por parte das plataformas digitais está em discussão no texto do PL das Fake News, mas que mesmo isso já poderia acontecer no Brasil se for do interesse das empresas.“Me parece que não aconteceu ainda [no Brasil] por questões político-econômicas”, falou Crespo. “Mas o grande desafio da internet não é falar do Brasil, as aplicações digitais e o jornalismo são globais.”Veja o painel completo no vídeo acima.*Publicado por Fernanda Pinotti Compartilhe: