Pular para o conteúdo

Como o ChatGPT pode ser usado no mercado financeiro de acordo com o próprio ChatGPT

O ChatGPT provocou fortes reações ao ser lançado, já que mostrou suas habilidades de composição de textos. Profissionais de áreas da escrita estão entre os mais preocupados com a ferramenta.Além de compor textos e responder perguntas, a ferramenta de inteligência artificial criada pela OpenIA também facilita o acesso a informações, otimiza alguns processos, faz comparações e padroniza dados.Assim, ela “ameaça” ocupar o lugar não apenas dos profissionais da escrita, mas talvez daqueles do mercado financeiro, já que pode também fazer análises econômicas e de investimentos.Marcelo Bissuh, CTO da plataforma TC, destaca que o processo de investimento envolve acompanhar o mercado, com a leitura de documentos longos e entendimento de conceitos contábeis e econômicos complexos.“Uma ferramenta como o ChatGPT, treinada em nosso mercado, poderia ser capaz de igualar ainda mais o processo de investir, simplificando o acesso à informação e ajudando a acompanhar inúmeras fontes de informação”, destaca. E como isso pode ser feito? Thiago Saldanha, CTO da Sinqia, desenvolvedora de softwares, explica que o ChatGPT pode criar um padrão de respostas, pelo direcionamento correto das perguntas do usuário e por um histórico dessas dúvidas. Além disso, a tecnologia se baseia em informações e referências no mercado financeiro.A partir daí, pode formatar textos de recomendações, dar respostas comparativas e efetuar cálculos que levem a respostas matemático-financeiras, tudo baseado em material “já estudado” pela ferramenta, que atua por meio de padrões criados a partir desse conteúdo.Assim, treinado para o mercado financeiro, o ChatGPT poderia “dar algum guia financeiro, como boas práticas na hora de lidar com seu próprio dinheiro; falar sobre formas distintas de investir; e explicar diferentes estratégias de criação de um fundo financeiro”, complementa Bissuh, do TC.ChatGPT consegue dar respostas mais complexas do que um chat automático comum / Levart_Photographer/UnsplashApesar de todas essas vantagens, como a facilidade em criar padrões para a análise do mercado financeiro, não significa que é possível confiar em tudo o que a tecnologia informa.“A validação 100% assertiva do que o ChatGPT traz é questionável ainda”, aponta Saldanha, da Sinqia. Ele alerta que não é para ter IA como principal recurso financeiro de análise, recomendação ou produtividade, pois há o risco de perder todo o investimento caso a plataforma indique uma ação ou ativo, baseada em alguns dados, de forma imprecisa.Nesse caso, para aproveitar a tecnologia e reduzir as chances de prejuízo, é necessário a presença de operadores para validar as informações e realizar comparativos.ChatGPT na práticaUma das formas de se usar o ChatGPT é realizando perguntas e as especificando, segundo o que a tecnologia responde.No exemplo a seguir, ao ser questionado sobre a temática desta reportagem, com a pergunta “Como o ChatGPT pode ser utilizado no mercado financeiro?”, o ChatGPT respondeu o seguinte:Assistente virtual para investidores: o ChatGPT pode ser usado para criar assistentes virtuais que podem ajudar os investidores a tomar decisões de investimento informadas. Esses assistentes virtuais podem fornecer informações sobre investimentos específicos, acompanhar o desempenho do mercado e ajudar os investidores a entender o jargão financeiro.Análise de dados de mercado: o ChatGPT pode ser usado para analisar grandes conjuntos de dados de mercado, incluindo notícias financeiras, relatórios de ganhos e comentários de analistas. O modelo pode ajudar a identificar padrões e tendências no mercado que podem ser usados para tomar decisões de investimento mais informadas.Atendimento ao cliente: o ChatGPT pode ser usado para criar chatbots que podem lidar com consultas e solicitações de clientes de forma eficiente e rápida. Esses chatbots podem ajudar a reduzir o tempo de espera do cliente e oferecer suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana.Segurança financeira: o ChatGPT pode ser usado para identificar fraudes financeiras, avaliar riscos e detectar anomalias em transações financeiras. O modelo pode ajudar a garantir a segurança dos clientes e a proteger as empresas de perdas financeiras.Há como especificar ainda mais a resposta, perguntando sobre cada um dos itens anteriores. Por exemplo, quando questionado sobre o “Assistente virtual para investidores”, o ChatGPT responde com mais itens que também podem ser melhor especificados.Sobre essa e outras possibilidades de utilização, os especialistas acreditam que a tecnologia irá automatizar o trabalho de pesquisa para analistas e cada vez mais será empregada a softwares e atividades do dia a dia.Além disso, essa capacidade faz com que tecnologias do tipo sejam consideradas uma nova era na computação. Bill Gates, por exemplo, acredita que o ChatGPT “vai mudar o nosso mundo”.*Sob supervisão de Ana Carolina Nunes Compartilhe: