Pular para o conteúdo

Bolsas de NY fecham em queda após redução nas tensões bancárias e aposta por aperto do Fed

As bolsas de Nova York fecharam em queda nesta segunda-feira (1º), após a compra do First Republic pelo JPMorgan reduzir tensões bancárias e consolidar expectativa por mais aperto monetário nos Estados Unidos.O índice Dow Jones caiu 0,14%, a 34.051,70 pontos; o S&P 500 cedeu 0,04%, a 4.167,87 pontos; e o Nasdaq recuou 0,11%, a 12.212,60 pontos.Logo pela manhã, a Federal Deposit Insurance Corporation anunciou o fechamento do First Republic e a venda dos ativos para o JPMorgan. “Parece que o estresse para os bancos menores acabou, pois agora temos um manual sobre como apoiar o próximo banco que tiver problemas”, avalia o analista Edward Moya, da Oanda. No pré-mercado, a ação do First Republic chegou a despencar mais de 30% antes de ter as negociações suspensas. JPMorgan, por sua vez, subiu 2,14% no pregão regular, na contramão dos bancos regionais PacWest (-10,64%) e Western Alliance (-1,83%).O desfecho das tensões também abriu caminho para novo aumento de juros do Fed na quarta-feira. Por volta das 17h (de Brasília), o monitoramento do CME Group apontava 92% de chance de elevação de 25 pontos-base da taxa básica, à faixa entre 5,00% e 5,25%.O avanço em duas leituras do índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial teve efeito limitado nas expectativas para o Fed. Compartilhe: